Notícias

Últimas Notícias

Figueirense empata com o Coritiba no Orlando Scarpelli

Atacante Breno teve boa participação nas jogadas ofensivas. Foto: Roberto Zacarias/Mafalda Press

Em jogo movimentado disputado no Estádio Orlando Scarpelli, o Figueirense empatou com o Coritiba, por 1 a 1, na noite desta sexta-feira (08), em confronto válido pela 34ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Robson abriu o placar para o time visitante, e Rafael Marques marcou o gol de empate do Furacão.

Com o resultado, o Figueirense chegou aos 35 pontos e se igualou com o Londrina, primeira equipe fora da zona de rebaixamento. O empate com o Coritiba marcou também o oitavo jogo invicto do Furacão, que faz campanha de recuperação na Série B e está cada vez mais vivo na luta pela permanência.

O jogo

O Figueirense começou a partida tentando propor o jogo. Com marcação alta e troca rápida de passes, o Furacão tentava chegar na área do Coritiba, mas pecava no último passe. Por duas oportunidades, o Alvinegro penetrou na área adversária. Em uma, Breno foi flagrado em impedimento. Em seguida, Alex Muralha se antecipou e impediu a finalização de Fellipe Mateus.
Aos 12 minutos, grande chance do Furacão. Luis Ricardo acionou Rafael Marques na meia lua da área. O camisa 9, de primeira, serviu Fellipe Mateus. O meia finaliza por cima do gol. Bela jogada do Figueirense.
Aos 16 minutos, chegada perigosa do Coxa. Em falta lateral, William Mateus cabeceou por cima do gol de Pegorari. O Figueirense chegava com frequência na área do Coxa, mas não conseguia a finalização. Em contra-ataque, o Coritiba respondeu. Kelvin cruzou da direita e Robson testou, na pequena área, e mandou ao lado do gol de Pegorari, com muito perigo. Aos 24 minutos, Kelvin serviu Giovanni na entrada da área, que arriscou chute e acertou a trave de Pegorari.
Dois minutos depois, o Figueirense respondeu. Pela direita, Luis Ricardo serviu Robertinho, que bateu colocado. A bola desviou na zaga e passou sobre o gol, com muito perigo.
Aos 35 minutos, pênalti para o Furacão. Breno recebe dentro da área e foi derrubado por Diogo Mateus. O árbitro assinala e aplica o segundo cartão amarelo, expulsando o lateral do Coxa. Fellipe Mateus cobrou a penalidade, e Muralha defendeu.

A segunda etapa não começou bem para o Furacão. Logo no primeiro minuto, Juan Alano serviu Robson dentro da área. O meia passou pelo goleiro Pegorari e finalizou, marcando um bonito gol para abrir o placar para o time visitante.

Precisando do resultado, o Figueirense passou a pressionar ainda mais o Coritiba. Aos sete minutos, quase o empate do Furacão. Fellipe Mateus cobrou falta na área, Luis Ricardo cabeceou e Muralha salvou. No rebote, Rafael Marques dividiu com o goleiro adversário, e na sobra, Patrick mandou por cima do gol.

O Figueirense seguiu jogando de forma ofensiva e sufocava o adversário, chegando constantemente com perigo na área do Coritiba, principalmente em jogadas pelas laterais. Breno, Robertinho e Luis Ricardo eram alguns dos jogadores mais intensos em campo.

O empate alvinegro veio aos 24 minutos. Rafael Marques recebeu cruzamento dentro da área, dominou e finalizou. A bola morreu no fundo das redes de Alex Muralha.

Torcida alvinegra mais uma vez compareceu em bom número no Scarpelli. Foto: Roberto Zacarias/Mafalda Press

O empate não satisfez o Alvinegro, que pressionou ainda mais o Coritiba em busca da virada. Rafael Marques, por duas vezes, assustou o adversário. O Coritiba, porém, era perigoso nos contra-ataques, e Pegorari precisou intervir de forma salvadora em chute cruzado de dentro da área.

Nos minutos finais, o Figueirense seguiu buscando o gol da vitória. Rafael Marques, em finalização de dentro da área, e Betinho, já no último lance de jogo, em chute forte da entrada da área, quase anotaram o gol que garantiria os três pontos ao Furacão.

Agora, o Figueirense se prepara para encarar a Ponte Preta. O duelo está marcado para a próxima terça-feira (12), às 20h30, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

Ficha técnica

Figueirense (1)

Pegorari; Luis Ricardo, Alemão, Pereira e Conrado; Patrick (Gustavo Poffo), Betinho e Fellipe Mateus (Guilherme); Robertinho (Jefferson Renan), Breno e Rafael Marques. Técnico: Pintado

Coritiba (1)

Alex Muralha; Diogo Mateus, Nathan Ribeiro, Sabino e William Mateus; Matheus Sales, Juan Alano, Giovanni (Serginho), Robson e Kelvin (Felipe Mattioni); Rodrigão (Igor Jesus). Técnico: Jorginho

Gols: Robson (1/2T) para o Coritiba, e Rafael Marques (24/2T) para o Figueirense;

Cartões amarelos: Alemão, Conrado e Betinho (F); Diogo Mateus, Giovanni e Rodrigão (C);

Cartão vermelho: Diogo Mateus (C);

*Fotos gentilmente cedidas por Roberto Zacarias, em nome da equipe Mafalda Press.






Parceiros

Marcas que jogam junto com o Furacão

  • Liderança
  • Governo Federal
  • Topper
  • InfoTV
  • Baly
  • BrahmaBrahma