O Figueirense foi superado pela equipe do Brusque por 3×2, na tarde deste sábado (11) no Estádio Augusto Bauer, em duelo válido pela 11ª (última) rodada da primeira fase do Campeonato Catarinense.

Mesmo com o revés, o alvinegro conquistou a classificação para a próxima fase da competição, que será disputada no sistema de mata-mata, enfrentando o Hercílio Luz em 02 jogos (ida e volta), com o primeiro duelo acontecendo no Estádio Orlando Scarpelli e a volta no Estádio Aníbal Torres Costa, em Tubarão.

O jogo
Com boa presença de público, Figueira e Brusque entraram em campo com objetivos distintos: o Furacão buscava a classificação, enquanto o Brusque, já classificado, tinha como meta alcançar as primeiras posições da tabela.

O duelo começou com o Brusque pressionando o Figueirense. Logo no primeiro minuto, Alex Ruan chutou forte pela esquerda e obrigou Gasparotto a fazer linda defesa. A resposta do Furacão veio na sequência, com Guilherme Pato, que arrancou em contra-ataque e por pouco não finalizou com perigo, sendo travado pela marcação. Depois disso, a equipe da casa passou a ter maior posse de bola e o domínio da partida. O primeiro gol do Brusque saiu aos 10 minutos, quando Everton Bala recebeu bom toque e desviou na saída do goleiro alvinegro. O segundo gol aconteceu aos 19′, quando Guilherme Queiroz recebeu pela esquerda, se livrou da marcação e chutou colocado no canto direito do arqueiro alvinegro, balançando as redes. O jogo ficou quente, com o Brusque valorizando a posse de bola e o Figueirense apertando a marcação.

Na segunda etapa, o técnico Cristóvão Borges promoveu mudanças. De cara saíram Nicolas e Guilherme Pato para as entradas de Jefferson e Andrew. O Figueirense conseguiu equilibrar as ações, mas foi o Brusque que marcou mais um, desta vez com Diego Mathias, que chutou forte da entrada da área, aos 10 minutos. O gol do Brusque não calou a torcida alvinegra, que em número muito menor calou o Estádio Augusto Bauer, numa grande demonstração de força e apoio ao Furacão. E foi empurrado pela sua torcida que aos 18 minutos o Figueirense descontou, com Bruno Paraíba, que só escorou para o gol após assistência de Vinícius Nucci, pela esquerda. O gol animou a equipe alvinegra, que passou a incomodar mais a defesa do Brusque. Já na  reta final da partida, o lateral Elias foi derrubado na área e a arbitragem anotou pênalti, que foi convertido por Andrew, aos 41 minutos. No finalzinho, o Figueirense ainda pressionou o adversário, e chegou a ter boa chance, em cobrança de falta de Gustavo França, mas sem sucesso.

Após o término da partida, todos aguardaram alguns segundos até a confirmação dos outros resultados da rodada, que carimbaram a classificação do Figueirense, que enfrentará o Hercílio Luz, em confronto no sistema eliminatório em dois jogos, pela segunda fase do estadual.

Imagens da partida (Fotos: Patrick Floriani – FFC):

 

Entrevista coletiva pós-jogo com o técnico Cristóvão Borges:

 

FICHA TÉCNICA 

Brusque (3)
Matheus Nogueira; Toty (Danilo Belão), Ianson, Wallace e Alex Ruan (Éverton Alemão); Rodolfo Potiguar, João Pedro (Rodrigo)e Thiago Alagoano (Iran); Everton Silva (Lucas Poletto), Diego Mathias e Guilherme Queiroz.
Técnico: Luizinho Lopes.

Figueirense (2)
Gabriel Gasparotto; Elias, Otávio Gut, Maurício e Raphinha (Vinícius Nucci); Robson Alemão, Matheus Claudino (Peixoto) e Gustavo França; Guilherme Pato (Jefferson), Nicolas (Andrew) e Bruno Paraíba (Renan Bernabé).
Técnico: Cristóvão Borges.

Gols: Everton Bala, aos 10’ do 1º tempo; Guilherme Queiroz, aos 19’ do 1º tempo; Diego Mathias 10’ do 2º tempo (Brusque); Bruno Paraíba, aos 18’ do 2º tempo; Andrew, aos 41’ do 2º tempo (Figueirense).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *