Figueirense FC - Site Oficial
São Bernardo

x

Figueirense
Campeonato Brasileiro -  
23/06/24 -  
Estádio 1º de Maio

Figueirense e Nação empataram por 3×3 na tarde chuvosa deste sábado (30), no Estádio Orlando Scarpelli.

A equipe de Joinville chegou a estar vencendo por 2×0. O Figueirense conseguiu a virada na segunda etapa, mas no finalzinho, o Nação empatou.

Com o resultado, o Figueirense chegou aos 11 pontos, se mantendo até o momento na liderança da competição. O próximo desafio será fora de casa, diante do Inter de Lages.

O jogo
O duelo começou com o Figueirense partindo para cima do adversário, mas sem finalizar ao gol. Aos 9 minutos, após saída de bola errada do Furacão, o Nação tentou 02 vezes e parou no goleiro alvinegro, mas na terceira finalização Camargo bateu da entrada da área, a bola desviou na defesa do Figueirense e morreu no fundo das redes, Nação 1×0. Depois do gol, o Figueirense melhorou e começou a assustar o adversário. Aos 21 minutos, após jogada pela esquerda, Rennan Siqueira bateu forte e a bola explodiu no travessão. Pouco depois, Nicolas girou na entrada da área e bateu colocado, mas a bola foi para fora. Rennan Siqueira bateu falta com perigo, aos 25’, e assustou o goleiro Rodolfo. Aos 44’, Danielzinho arriscou de longe e obrigou o goleiro Thiago Gonçalves a fazer boa defesa. No último lance do primeiro tempo, após boa troca de passes, Elias arriscou para o gol, mas a bola passou longe.

Em busca do resultado, o Figueirense iniciou a segunda etapa apertando a equipe do Nação. Aos 4 minutos Pato foi derrubado perto da área. Cesinha cobrou a falta e o goleiro Rodolfo fez boa defesa. No lance seguinte, após falha da defesa alvinegra, Camargo arriscou de fora da área e acertou o ângulo, marcando o segundo da equipe joinvilense. Aos 10 minutos, após bola levantada na área, Nicolas girou e bateu colocado e diminuiu o marcador. Na sequência, o alvinegro criou duas boas chances de cabeça, com Diego Guerra e Nicolas, mas foi o Nação que quase marcou com Medina, que no seu primeiro lance chutou forte, parando em linda defesa do goleiro Thiago Gonçalves. Aos 24’, Renan Bernabé recebeu na área e chutou rasteiro, mas Rodolfo defendeu. Aos 25 minutos, após bola levantada na área, Pato bateu para o gol e o defensor do Nação se atirou, cortando a bola com o braço. Pênalti que ele mesmo bateu, aos 26’, empatando o jogo. Aos 38’, Andrew arriscou de longe, mas a bola subiu demais. A virada do Furacão veio aos 42 minutos, quando Ruan levantou na área para Gabriel Conceição, que no seu primeiro lance desviou de cabeça e mandou para as redes. Parecida que a história do jogo já estava definida, mas apenas dois minutos depois, o Nação teve um pênalti anotado, e convertido por Renê, aos 46 minutos. No último lance, Nicolas cobrou falta frontal, a bola desviou na barreira e saiu por pouco. Na pressão, o Figueirense teria ainda um escanteio para cobrar, mas a arbitragem, bastante contestada durante todo o jogo, apitou e encerrou o jogo: Figueirense 3×3 Nação.

O próximo compromisso do Furacão será no domingo (08), às 15h00, diante do Inter de Lages, no Estádio Vidal Ramos Júnior.

Confira abaixo a entrevista coletiva pós-jogo com o técnico Paulo Baier:

 

Ficha Técnica
Figueirense (3)
Thiago Gonçalves; Elias (Léo Maia), Diego Guerra, Maurício e Rennan Siqueira (Ruan); Gledson (Renan Bernabé), Léo Baiano e Cesinha (Gabriel Conceição); Andrew, Guilherme Pato (Robson Alemão) e Nicolas.
Técnico: Paulo Baier

Nação (3)
Rodolfo; Camargo, Fernando, Paulo Fales (Luiz Gustavo)e Fabinho; Roger Bernardo, Renê e Pedro Isidoro; Chan (Medina), Danielzinho e Vitor Hugo.
Técnico: Rodrigo Casca

Gols: Camargo, aos 9 minutos do 1º tempo, e aos 6 minutos do 2º tempo; Renê (pênalti), aos 46 minutos do 2º tempo (Nação); Nicolas, aos 10 minutos do 2º tempo; Guilherme Pato (pênalti), aos 26 minutos do 2º tempo; Gabriel Conceição, aos 42 minutos do 2º tempo (Figueirense).

Público Total: 1.676
Renda: R$ 31.040,00

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *