Figueirense FC - Site Oficial
São Bernardo

x

Figueirense
Campeonato Brasileiro -  
23/06/24 -  
Estádio 1º de Maio

O Figueirense venceu o Juventus por 2×0, na tarde desta segunda-feira (15), e conquistou o título da Copa Santa Catarina.

Bruno Paraíba, cobrando pênalti, e Brener, marcaram os gols do Furacão, em partida que contou com 6.280 torcedores no Estádio Orlando Scarpelli.

Com o título da competição estadual, o Figueirense garantiu as suas participações nas disputas da Recopa Catarinense e na próxima edição da Copa do Brasil.

O jogo
Os 6.280 torcedores que compareceram ao Estádio Orlando Scarpelli acompanharam uma das  melhores partidas do Figueirense na temporada.

Precisando apenas de um empate para garantir o título, o Furacão não quis saber de jogar com o regulamento e dominou o confronto do primeiro ao último minuto, com a possibilidade de um placar elástico, que só não aconteceu porque parou muitas vezes na trave e nas defesas do goleiro Iago Hass, um dos destaques do duelo.

Do outro lado, importante em muitos jogos durante a competição e seguro quando foi preciso nesta decisão, o goleiro Rodolfo Castro assistiu quase toda a partida sem precisar fazer grandes defesas.

O jogo começou com o Figueirense pressionando. No primeiro minuto, Mirandinha chutou forte e a bola explodiu no travessão. No rebote, Bruno Paraíba tentou marcar de cabeça, mas a defesa do Juventus afastou. Logo na sequência, após cruzamento na área, Paraíba cabeceou de novo, mas o goleiro Iago Hass fez ótima defesa. Dener Pinheiro em cobrança de falta, e Garré num chute forte, tentaram abrir o placar. O Juventus estava acuado, e raras vezes conseguiu ultrapassar a linha do meio de campo. Aos 23’, Garré fez ótima jogada e bateu forte da entrada da área, mas a bola subiu demais. Aos 28 minutos, em mais um chute da entrada da área, Lucas Silva arriscou e quase marcou. Em cobrança de falta, aos 36’, Mirandinha chutou forte e a bola passou no meio da barreira, mas o goleiro fez a defesa. No finalzinho da primeira etapa, a única boa oportunidade do Juventus, com Bruno Nunes, que por pouco não aproveitou um rebote de bola levantada na área.

Precisando de um gol, o técnico Tuca Guimarães foi para o tudo ou nada no segundo tempo. Já na volta do intervalo, Maikon Leite, Marllon, Matheus Claudino e Allan, entraram nos lugares de Bruno Nunes, Felipe Gregório, Gledson e Jeffinho. O início da segunda etapa foi de jogo truncado, com as equipes se estudando. Com o Juventus começando a gostar do jogo, o técnico Jorginho mandou o Figueirense ao ataque. Thiaguinho, Paolo e Brener entraram nos lugares de Mirandinha, Lucas Silva e Garré. O Figueira seguiu com o “controle do jogo”, mas sem criar oportunidades de gol, até que aos 17 minutos, Bruno Paraíba foi derrubado por Cesinha na área. O atleta do Juventus foi expulso e na cobrança do pênalti, aos 20 minutos, Bruno Paraíba bateu com categoria, goleiro pra um lado e bola pro outro, abrindo o placar. Este foi o 9º gol de Paraíba, artilheiro do Figueirense na temporada. O gol incendiou o Scarpelli, e logo na sequência, aos 22 minutos, Brener se livrou da marcação e mandou um chute forte no canto direito, marcando o segundo do Figueirense. Os gols em sequência liquidaram a fatura, e a partir daí a valente equipe do Juventus não teve mais forças para reagir. Khevin e Vinícius Nucci entraram no alvinegro, nos lugares de Dener Pinheiro e Foguinho. Aos 32 minutos, Pablo chutou forte e obrigou Rodolfo Castro a fazer a sua primeira defesa difícil no jogo. Sentindo dores, o ex-alvinegro Maikon Leite foi substituído por PH, no Juventus. Na reta final da partida, nova blitz alvinegra. Aos 39’, Khevin chutou forte e a bola explodiu no travessão. Aos 40’, Brener obrigou o goleiro Iago Hass a fazer um milagre, e aos 44 minutos, novamente Brener quase marcou, chutando da entrada da área, mas a bola explodiu no travessão.

O apito final do árbitro Ramon Abatti Abel marcou o início das comemorações da torcida alvinegra no Estádio Orlando Scarpelli. Figueirense campeão da Copa Santa Catarina, e garantido na Copa do Brasil de 2022.

Confira a entrevista coletiva com o técnico Jorginho:

https://youtu.be/iTOUYG1ryqA

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *