Figueirense FC - Site Oficial
São Bernardo

x

Figueirense
Campeonato Brasileiro -  
23/06/24 -  
Estádio 1º de Maio
Furacão não conseguiu superar o líder da Série B. Foto: Matheus Dias/FFC

Não faltou luta, não faltou entrega e muito menos apoio da torcida. Mas o Figueirense acabou sendo superado pelo Bragantino (SP), na noite desta terça-feira (24), pela Série B do Campeonato Brasileiro. Em partida disputada no Orlando Scarpelli, a equipe paulista venceu o Furacão por 3 a 0. Matheus Peixoto, Claudinho e Léo Ortiz marcaram os gols da vitória do time visitante.

O resultado mantém o Figueirense com 23 pontos somados em 24 rodadas. O próximo compromisso do Furacão está marcado para sexta-feira (27), contra o Atlético (GO), em Goiânia. A partida está marcada para às 19h15, e acontece no Estádio Antônio Accioly.

O jogo

O Figueirense iniciou a partida buscando empurrar o adversário para o campo de defesa. Com marcação alta, o Furacão pressionava a saída de bola do time visitante e, desta forma, criou boas oportunidades. A principal delas foi com Robertinho, aos 5 minutos. Victor Guilherme bateu cruzado e o atacante desviou dentro da área. A bola passou ao lado do gol de Júlio César.

O Bragantino passou a criar boas jogadas pelos lados de campo. Matheus Vidotto fez duas boas intervenções em bolas infiltradas na área. O goleiro alvinegro ainda fez grande defesa em chute de longe e Uiliam Correia. Aos 25 minutos, o Figueirense voltou a criar boa chance de gol. Tony cobrou falta da intermediária e Ruan Renato desviou. Júlio César interceptou e evitou que o alvinegro abrisse o placar.

Aos 31 minutos, o Bragantino abriu o placar. Claudinho cruzou da esquerda e Matheus Peixoto cabeceou, sem chances de defesa, e colocou o time visitante em vantagem. Cinco minutos mais tarde, quase o empate do Furacão. Tony cobrou escanteio da direita e Zé Antônio cabeceou, mandando por cima do gol, com muito perigo. Aos 47 minutos, boa jogada pela direita de ataque do Bragantino. Em cruzamento na área, Claudinho desviou e mandou fora do alcance de Matheus Vidotto, ampliando a vantagem do time de Bragança Paulista.

Robertinho tenta achar espaço na defesa adversária. Foto: Matheus Dias/FFC

is minutos, em sobra de bola na frente da área, Betinho arriscou chute de longe e mandou ao lado do gol. Alguns minutos depois, novamente o camisa 8 arriscou finalização de fora da área, mandando pra fora.

Aos 11 minutos, Matheus Vidotto fez grande defesa em chute de Léo Ortiz. Mas, na cobrança do escanteio, o mesmo Léo Ortiz cabeceou para dar números finais à partida.

Mesmo com o placar adverso, o Figueirense buscou marcar presença no campo ofensivo. Victor Guilherme e Robertinho, em chutes de fora da área, levaram perigo. Everton Santos quase marcou um golaço, de voleio, que parou em grande defesa de Júlio César. Alguns minutos mais tarde, Ruan Renato também chegou perto de marcar, de cabeça, aproveitando cobrança de falta de Tony. Agora, o Figueirense se prepara para a sequência da Série B. Na sexta-feira (27), o Furacão enfrenta o Atlético (GO), fora de casa. A preparação para a partida se inicia já na manhã desta quarta-feira (25), no Estádio Orlando Scarpelli

Demonstração de amor e apoio da Nação Alvinegra

Torcida do Figueirense deu show no Orlando Scarpelli. Foto: Matheus Dias/FFC

O resultado não foi o esperado, mas a partida desta noite ficou na memória de todos que fazem do Figueirense um clube com quase um século de conquistas. No maior público do ano no Estádio Orlando Scarpelli, quase 13 mil torcedores deram um show nas arquibancadas.

Apoiando o time do começo ao fim, a Nação Alvinegra demonstrou estar ao lado do clube nesse momento de retomada. Mesmo com a derrota, deixou claro que que vai estar junto com o Furacão, buscando, jogo a jogo, uma recuperação em busca do objetivo.

Da recepção aos jogadores na chegada ao estádio aos aplausos no apito final, apesar da derrota dentro de campo, a torcida alvinegra mostrou, mais uma vez, ser a maior, melhor e mais fiel de Santa Catarina.

O próximo compromisso alvinegro pela Série B no Orlando Scarpelli já está marcado: ocorre no dia 4 de outubro, sexta-feira, às 19h15. E o clube conta, mais uma vez, com o apoio em massa da Nação Alvinegra.

Torcedores de todas as idades demonstraram apoio ao Figueirense nas arquibancadas do Estádio Orlando Scarpelli. Foto: Matheus Dias/FFC
Caldeirão Alvinegro: multidão recebe os atletas na chegada ao Scarpelli. Foto: Matheus Dias/FFC
Atletas e comissão técnica alvinegra agradecem o apoio da torcida. Foto: Matheus Dias/FFC

Ficha técnica

Figueirense (0)

Matheus Vidotto; Pereira (Renner), Alemão e Ruan Renato; Victor Guilherme, Zé Antônio (Patrick), Betinho, Tony e Robertinho; Andrigo e Yuri Mamute (Everton Santos). Técnico: Márcio Coelho

Bragantino (3)

Júlio César; Aderlan, Léo Ortiz, Ligger e Rafael Carioca; Barreto, Uilliam Correia, Bruno Tubarão e Morato (Wesley); Claudinho (Vitinho) e Matheus Peixoto (Ytalo). Técnico: Antônio Carlos Zago

Gols: Matheus Peixoto (31/1T), Claudinho (47/1T) e Léo Ortiz (12/2T);

Cartões amarelos: Ruan Renato (F); Aderlan, Léo Ortiz e Uilliam Correia (B);